Como lidar com a falta de colaboração da família na pesquisa genealógica

Dicas para a pesquisa genealógica

Não é incomum encontrar dificuldades na hora de pesquisar a genealogia de uma família. Uma das maiores dificuldades que um genealogista pode se deparar é com a falta de colaboração de familiares. Afinal, nem todos estão dispostos a fornecer informações importantes sobre a história da família. Neste artigo, vamos discutir algumas maneiras de lidar com a falta de colaboração da família na pesquisa genealógica.

1. Explore registros públicos

Se a pesquisa na família não está indo a lugar nenhum, é hora de mudar de foco e tentar encontrar informações em registros públicos. Documentos como certidões de nascimento, casamento e óbito são fontes importantes de informações que podem nos ajudar a traçar a história de uma família.

Além disso, é possível encontrar registros em cartórios, arquivos públicos e religiosos, além de outras instituições que possam ter documentos antigos sobre a sua família. Por exemplo, um historiador local pode ter informações interessantes sobre a história da cidade onde a sua família viveu por gerações.

2. Faça um levantamento da história

Embora a falta de colaboração da família possa ser frustrante, isso não significa que você não pode encontrar informações valiosas. Não se esqueça da importância do registro histórico, especialmente em relação aos eventos que possam ter afetado a sua família.

Converse com parentes mais velhos, que podem se lembrar de eventos importantes, como casamentos, desastres naturais e guerras, que possam ter afetado a família. Além disso, procure informações no acervo de jornais e revistas da época em que seus ancestrais viveram.

3. Use a tecnologia

A tecnologia pode ser uma grande aliada na hora de pesquisar a história da família. Existem muitos sites especializados em genealogia, que podem oferecer informações de grande valor para a pesquisa. É possível encontrar registros de censos, listas telefônicas e até mesmo fotografias antigas.

Também é possível usar ferramentas de busca, como o Google, para buscar informações sobre parentes distantes. Use o nome completo e o local de residência de seus ancestrais como palavras-chave de busca e veja o que aparece nos resultados.

4. Contrate um profissional

Se você está realmente preso em sua pesquisa genealógica, considere contratar um profissional para ajudá-lo. Um genealogista profissional pode ter acesso a informações que você não tem e pode ajudá-lo a traçar a história da sua família até onde você nunca imaginou.

Além disso, eles podem fornecer um ponto de vista objetivo que pode ser difícil de alcançar quando se lida com membros da família que podem ser relutantes em compartilhar informações.

Conclusão

Lidar com a falta de colaboração da família na pesquisa genealógica pode ser frustrante, mas não é impossível. Usando fontes de informação diferentes e explorando o passado da família, é possível encontrar informações valiosas para traçar a história da sua família. Se tudo mais fracassar, considere contratar um genealogista profissional para ajudar a destrinchar o quebra-cabeça.